terça-feira, 8 de dezembro de 2009

Iniciamos o Ciclo Intermediário

Olá alunos e tutores do curso Mídias,

Na última sexta-feira iniciamos a nova etapa do curso, o Ciclo Intermediário, 3ª oferta. No dia 04/12 estivemos em Marabá e lá oficialmente abrimos as primeiras turmas que ficarão sob a responsabilidade das tutoras Maria Lucilea Rodrigues e Eliete Costa.
No dia 08/12 foi a vez de Redenção, naquele municipio, foram abertas mais duas turmas (tutoras Reimunda Loiola e Orlandina Alcântara). Assim, já temos mais de 120 alunos estudando o 1º módulo do Ciclo Intermediário.

Ainda este mês visitaremos Altamira, Tucuruí e Santarém (nesta cidade pretendemos reunir as turmas de Óbidos, Itaituba e Monte Alegre e mais as duas de santarém). Estamos estruturando o cronograma para visitar os demais pólos (na próxima postagem farei a confirmação).

O importante é que conseguimos ofertar o novo ciclo e assim assegurar a oportunidade para os alunos prosseguirem seus estudos e concluir sua formação.

Ainda temos algumas pendências como as notas dos alunos que ainda não foram disponibilizadas por alguns tutores e a emissão dos certificados da 1ª etapa, Ciclo Básico (Extensão). Sobre as notas, informo que a professora Denise está preparando uma planilha em que será lançada todas as notas dos alunos e que publicaremos aqui no blog. E sobre os certificados, todos serão entregues pela UFPa ainda este mês.

São ótimas as notícias, concordam?

Um abraço,

Marcelo Carvalho

Ps. O Ciclo Básico não está disponível, pois o mesmo foi concluído. Ele será aberto novamente em breve, porém, vocês apenas acessarão para leitura e consulta de atividades, não aceitaremos nenhuma postagem.

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Arte Popular



Assista o vídeo do artista Mateus Veloso, artista popular que reside na Cidade Nova, em Ananindeua. Mateus explora a tecnologia do vídeo para divulgar seu trabalho, é um exemplo de criatividade.
Postei o vídeo aqui para inspirar trabalhos semelhantes em nossas escolas. Assista e depois deixe um comentário.

Marcelo Carvalho

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Ciclo Intermediário à vista



Se todos os nossos planos se concretizarem, em dezembro, iniciaremos o Ciclo Intermediário do Curso Mídias na Educação. A expectativa é formar cerca de 20 turmas, com 40 alunos cada, portanto, serão 800 alunos/professores ou professores/alunos que terão a oportunidade de aprofundarem sua formação e seguirem no curso.

O Ciclo Intermediário é composto por 4 módulos, cada um com carga-horária de 15 h. e os que vencerem mais esta etapa terão direito ao certificado de aperfeiçoamento e também conquistam o direito de seguirem para a última etapa do programa, o Ciclo Avançado. A previsão é iniciar o Ciclo Intermediário em dezembro e concluir em abril de 2010.

Na próxima postagem informarei mais detalhes, aguardem e principalmente fiquem atentos aos e-mails e sejam ágeis nas respostas.

Marcelo Carvalho

sábado, 31 de outubro de 2009

As Novas Tecnologias Digitais, As Crianças e a Educação

As novas tecnologias digitais são responsáveis por uma verdadeira revolução na sociedade brasileira e, por que não dizer, no mundo inteiro. O acesso à tecnologia é cada dia mais fácil, devido a fatores como preço dos equipamentos, facilidade de uso e sua portabilidade (os equipamentos são cada vez menores).

Hoje, é comum que jovens e crianças manipulem aparelhos celulares, ipod, MP4, MP5 e outros correlatos. Tais equipamentos permitem ao usuário fotografar, criar vídeos, gravar conversas, armazenar músicas, dados etc.

De posse dessas tecnologias, crianças e adolescentes - não só eles, mas principalmente eles - estão modificando seu relacionamento com a mídia tradicional. Deixaram de ser meros consumidores ou receptores de imagens e notícias e assumem o perfil de produtores de imagens e de editores de notícias, enfim, são emissores.

Sem dúvida que o cenário descrito acima enseja certo otimismo e aponta caminhos interessantes para o uso consciente e qualitativo das mídias e, em particular, para seu uso no campo da educação.

As escolas podem e devem se apropriar das tecnologias digitais para desenvolverem projetos pedagógicos, filmar e editar seus vídeos, fazer registros fotográficos das atividades, gravar digitalmente os conteúdos mais significativos, etc. Aliás, isto já está acontecendo em muitas escolas.

No Estado do Pará, podemos citar alguns exemplos em que as escolas, alunos e professores estão envolvidos em projetos relacionados às Tecnologias de Informação e Comunicação –TIC, entre os quais destacamos: o I Concurso Estadual de Blogs Educativos, no qual já ocorreram as etapas de Castanhal, Bragança, Santarém, Marabá, e ainda faltam as de Tucuruí e Belém. Após essas etapas regionais, ocorrerá a etapa estadual.

Os blogs das escolas ilustram perfeitamente como deve ser o uso inteligente e criativo das tecnologias digitais. Nos blogs podemos analisar muitos vídeos, fotografias, textos de autoria de alunos e professores; conteúdos relevantes para a formação integral do cidadão. Para conhecer vários desses blogs, basta acessar o blog da CTAE http://ctaeseducpa.wordpress.com/

Outro bom exemplo é o projeto Educarede promovido pela empresa Telefônica. No portal Educarede está em desenvolvimento o projeto Minha Terra: Aprender a Inovar. Nele, as escolas são instigadas a produzirem vídeos, fotografias, textos... sobre sua realidade local e depois postar os conteúdos produzidos na internet no próprio Portal Educarede, nos blogs das escolas e até no YouTube. Em Belém e Ananindeua, temos cerca de 22 escolas participantes da iniciativa do Educarede; essas escolas estão sendo orientadas e acompanhadas pela equipe de professores formadores do Núcleo de Tecnologia Educacional Profº. Washington Luis B. Lopes – NTE Belém. Alguns destes trabalhos já produzidos estão disponíveis no blog do NTE Belém http://ntebelempa.blogspot.com/2009/10/resultados-educarede.html

Outro exemplo é o Projeto Aluno Repórter (http://alunoreporter.com.br/) desenvolvido por professores e alunos de Bragança, coordenado pelo NTE Bragantino (http://ntebragantino.wordpress.com/). Com o projeto os alunos aprendem técnicas da radiodifusão e participam de programas ao vivo na rádio educadora de Bragança.

Ainda temos as oficinas de inclusão digital do Projeto Escola de Portas Abertas, o projeto Aluno Argonauta (http://alunosargonautas.jimdo.com/), Aluno Integrado e os cursos de Formação de Professores dos NTEs etc.

São exemplos de iniciativas com uso das tecnologias, embasadas em propostas pedagógicas sólidas, com objetivos claros a serem atingidos e que promovem o diálogo entre educadores e alunos, ação conjunta de ambas as partes envolvidas em projetos de construção de conhecimentos e experimentação de cidadania.

Entretanto, nenhuma das iniciativas, reveladas até aqui, ocupou o tempo dos grandes noticiários da imprensa local, ao contrário, o olhar da grande mídia prefere sempre expor as mazelas da escola pública. O último grande exemplo foi o episódio protagonizado por três jovens de uma escola pública de Belém. É preciso questionar, por que o uso inteligente e produtivo das tecnologias não é notícia e o uso inadequado ou ingênuo vira um espetáculo midiático?

É preciso que nós educadores, continuemos nos apropriando cada vez mais de conhecimentos para a ampla utilização das ferramentas tecnológicas disponíveis nos dias atuais, criando possibilidades de uso dessas tecnologias que aguce no aluno o interesse pela pesquisa dentro e fora da escola, desenvolvendo no educando, as capacidades de interpretação, síntese e criticidade, uma vez que, a escola é o espaço apropriado para ensinar como as pessoas devem se portar diante das tecnologias que fazem parte de seu cotidiano. Perguntamos: “será que esses estudantes envolvidos sabem, por exemplo, que a pessoa que tiver armazenado o vídeo em seu celular, pendrive ou computador poderá ser preso em flagrante acusado de pedofilia. Veja o que determina o ECA – Estatuto da Criança e Adolescente:

Segundo o ECA quem produz, dirige, fotografa, filma, contracena com crianças ou adolescentes – menores de 18 anos – em cena de nudez ou sexo explicito está sujeito às sanções referentes à pornografia infantil. E ainda, quem publica e armazena o conteúdo pornográfico também é enquadrado na Lei 11.829. A pessoa pode ser presa em flagrante delito se for pega com o celular ou qualquer meio eletrônico em que a imagem esteja armazenada. A pena varia de um a quatro anos de detenção e multa.

Sustentamos a seguinte opinião: não é por causa do recente episódio ocorrido em uma de nossas escolas que se deve proibir o uso do celular ou de qualquer outra tecnologia na escola. Concordamoos com Sérgio Amadeu, pesquisador brasileiro de comunicação mediada por computador e autor dos livros “Exclusão digital” e “A miséria na era da informação”, quando diz que não faz sentido proibir que estudantes tenham acesso a um meio de comunicação na escola que cada vez mais vai adquirir importância na sociedade. Ao contrário “se agente tem problemas do uso inadequado nas escolas, esse é um bom lugar para ensinar como as pessoas devem se portar com o celular”. Amadeu ressalta ainda que nenhuma tecnologia substitui a ética e nem a reflexão consciente do uso dessa tecnologia.

E assim, finalizamos com um apelo a todos os professores e escolas, que juntos pensemos em projetos de aplicação das TIC que apontem não só para encurtar espaços físicos, bem como integrar as pessoas em seu espaço urbano, e refletirmos no que diz Dr.Rogério da Costa em entrevista ao Educarede, realizada em março de 2009, que o importante não é apenas o tipo de projeto realizado, mas o esforço em estabelecer um novo paradigma para as tecnologias da comunicação: elas podem servir para que as pessoas façam um uso inteligente do espaço onde vivem que possam integrar seus hábitos e atitudes num coletivo inteligente, que pensa a favor do lugar em que vive. Quem sabe, um dia possamos ser alvo da mídia em um processo inverso ao que vemos hoje, em que muitas vezes, muitas de nossas escolas são alvos de uma mídia produzida de forma aligeirada, pouco convidativa à reflexão, que mais contribui para diminuir a auto-estima de alunos e professores e que decididamente não nos serve.

Texto: Jamille Galvão

Maria do Carmo Acácio

Marcelo Carvalho

Tânia Sanches


Ps. Solicitamos que todos os professores lotados em sala de informática educativa da SEDUC postem este texto nos blogs de suas escolas.

quinta-feira, 15 de outubro de 2009

Presente!

Vencemos, depois de muita negociação e argumentos bem fundamentados, conquistamos mais uns dias para concluir nosso curso.
Serão poucos dias, mais preciosos.
Nosso novo e derradeiro prazo é 30 de Outubro. Portanto, os que não conseguiram postar todas as atividades, aproveitem. Os que já postaram devem fazer revisões, correções e manter a interação no fórum.

Encontro vocês no Ciclo Intermediário, esta é minha última postagem neste blog, nesta fase.

Obrigado pela companhia, pelo carinho e pela paciência em me aturar.

Um abraço,

Marcelo Carvalho

quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Feliz dia do Professor!

Procurei um texto para homenagear a equipe de tutores e alunos do curso Mídias na Educação.

Um texto que fosse honesto, que retratasse com realismo o que é ser professor, um texto que não fosse piegas ou recheado de clichê. Um texto que desse prazer de ler e no fundo trouxesse um pouco de felicidade para todos que escolheram ser professor.

Não sei se pesquisei direito ou se o texto encontrado realmente concretiza meu intuito, mas ao ler a oração do professor tive a impressão de reencontrar um sentido para nossa profissão.

Então, parabéns a todos nós, aproveitemos nosso dia para renovar nosso compromisso, nossa opção profissional. Vamos exercer nosso ofício de aprender para melhor ensinar.


Oração do Professor

Dai-me, Senhor, o dom de ensinar,
Dai-me esta graça que vem do amor.
Mas, antes do ensinar, Senhor,
Dai-me o dom de aprender.
Aprender a ensinar
Aprender o amor de ensinar.
Que o meu ensinar seja simples, humano e alegre, como o amor.
De aprender sempre.
Que eu persevere mais no aprender do que no ensinar.
Que minha sabedoria ilumine e não apenas brilhe
Que o meu saber não domine ninguém, mas leve à verdade.
Que meus conhecimentos não produzam orgulho,
Mas cresçam e se abasteçam da humildade.
Que minhas palavras não firam e nem sejam dissimuladas,
Mas animem as faces de quem procura a luz.
Que a minha voz nunca assuste,
Mas seja a pregação da esperança.
Que eu aprenda que quem não me entende
Precisa ainda mais de mim,
E que nunca lhe destine a presunção de ser melhor.
Dai-me, Senhor, também a sabedoria do desaprender,
Para que eu possa trazer o novo, a esperança,
E não ser um perpetuador das desilusões.
Dai-me, Senhor, a sabedoria do aprender
Deixai-me ensinar para distribuir a sabedoria do amor.

Autor: Antonio Pedro Schlindwein

Por: Marcelo Carvalho

segunda-feira, 5 de outubro de 2009

Atividades do Modulo Gestão

Olá cursistas e tutores,

As atividades do Módulo Gestão estão configuradas, todos já podem postar as atividades dos fóruns, da biblioteca e do diário de borso.

Lembramos que o prazo final para as postagens é o próximo dia 15, portanto, temos 10 dias para concluir todas as atividades.

Um abraço e bons estudos!

Marcelo Carvalho

quinta-feira, 1 de outubro de 2009

Última chamada!

Faltam apenas dois dias para que as escolas, professores e USE's solicitem inscrições em nosso concurso de Blog, não percam o prazo, adicionem o selo do concurso e nos enviem mensagens reivindicando inscrições.
Apartir da próxima segunda-feira a equipe examinadora iniciará a analise dos blogs e nossa previsão é anunciar os blogs vencedores no dia 15 de outubro, dia do professor.

NTE Belém

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

Atividades do Modulo Gestão

Atividades – Etapa 1


Atividade 1 - Diagnóstico (obrigatória)

Para fazer a Gestão das tecnologias na escola, o primeiro passo é saber o que existe na realidade da escola, em termos de equipamentos, estrutura física e programas/projetos envolvendo o uso das tecnologias e mídias.


A atividade deve ser feita individualmente;

Para fazer o diagnóstico das tecnologias existentes na escola, acesse o formulário de diagnóstico;

Levante as informações junto à escola em que atua e preencha os campos do formulário;


Em seguida, salve o formulário preenchido em um arquivo, de forma que facilite a identificação do cursista e da atividade: Nome do cursista-ativ1.

  • Por exemplo, nome do cursista: Maria Regina de Souza;
  • O nome do arquivo nesta atividade deverá ser: mreginas-ativ1.

Anexe o arquivo na Biblioteca em Material de aluno no tema Etapa 1 – Gestão de tecnologia - diagnóstico;

Observe a data agendada para envio!


É importante que cada cursista conheça o diagnóstico de outras escolas, onde seus colegas atuam para ter uma visão geral da realidade das escolas em relação às tecnologias.


Atividade 2 - Reflexão: resultado do diagnóstico (obrigatória)


Nesta atividade você está convidado a refletir sobre os resultados dos diagnósticos, enfatizando os aspectos que mais lhe chamaram a atenção.

Faça a releitura do seu diagnóstico feito na escola;

Acesse o formulário de diagnóstico de alguns (3 a 5) colegas da turma;

Leia procurando comparar as informações levantadas nos vários diagnósticos;

Destaque os aspectos que identificou reveladores de potencialidades e de dificuldades para o uso das mídias na escola.

Utilize a ferramenta “Diário de bordo” para registrar suas reflexões.


Atividade 3 - Debate: O papel das velhas e novas tecnologias na escola (opcional)


O diagnóstico feito nas escolas provavelmente deixará evidenciado o uso de tecnologias para desenvolver diferentes atividades com pesquisa, organização, produção, publicação e gestão. Os produtos podem ser objetos virtuais ou concretos, cuja organização exige cuidados com registro, armazenamento, recuperação para expor, atualizar em outras atividades. Diante dessa situação, o desafio consiste em como fazer a gestão desses produtos.

Para refletir sobre como realizar a gestão desses produtos, troquem idéias com seus colegas no Fórum “Gestão de produtos”.


Faça a releitura do seu diagnóstico feito na escola e do diagnóstico dos colegas da turma;

Identifique as possibilidades de fazer a gestão dos produtos resultantes das atividades desenvolvidas na escola

Participe do Fórum:

  • Título - Etapa 1 - “Gestão de produtos”

Contribua com suas reflexões e questionamentos.


Atividades - Etapa 2


Atividade 1 – Esboço de um projeto (obrigatória)


Elabore o esboço de um projeto de sala de aula para orientar a sua prática pedagógica no encaminhamento de um projeto de aprendizagem dos alunos com o uso integrado de mídias, tendo como foco temas relacionados a conteúdos curriculares abordados nos PCN da série em que você (professor) atua.

Na elaboração do esboço do projeto de sala de aula, aponte os seguintes itens:

Nome, série em que o projeto será desenvolvido,

temas a abordar,

mídias disponíveis para integrar,

objetivos, metodologia (como fazer),

resultados esperados,

tempo previsto para conclusão,

critérios de avaliação,

forma de socialização das produções.


Assista ao vídeo com imagens indicadoras de possibilidades tecnológicas e midiáticas que podem fazer parte do cotidiano escolar;

  • Reflita sobre a situação de sua sala de aula, suas necessidades, demandas e possibilidades para o desenvolvimento do projeto com integração de mídias e tecnologias;
  • Elabore o esboço do seu projeto de sala de aula considerando os itens sugeridos. Se necessário, inclua outros comentários;
  • Para facilitar a identificação do cursista e da atividade, coloque nome do arquivo: nome do cursista-ativ1;
  • Anexe o arquivo na Biblioteca em Material de aluno no tema Etapa 2 Gestão de tecnologia – esboço de projeto;

Atividade 2 – Debate: Possíveis encaminhamentos com vistas a propiciar a construção do conhecimento do aluno (obrigatória)


A atividade 1, “esboço de projeto”, poderá evidenciar diversos encaminhamentos, refletindo as concepções de ensino e aprendizagem que permeiam o uso pedagógico das tecnologias. Para aprofundar a compreensão sobre as práticas pedagógicas que podem favorecer o processo de construção do conhecimento do aluno, participem do debate com os colegas da turma no Fórum “Possíveis encaminhamentos do projeto”.

  • Acesse a produção de alguns (3 a 5) colegas sobre o esboço de projeto;
  • Leia atentamente, procurando identificar os aspectos convergentes, divergentes dos projetos;
  • Participe do Fórum: Título - Etapa 2 - “Possíveis encaminhamentos”;

Contribua com suas reflexões e questionamentos, destacando aquele(s) aspecto(s) que considera ser importante(s) para o processo de construção de conhecimento do aluno, a partir do trabalho com projetos.


Atividade 3 – Registrando a reflexão sobre a prática pedagógica (opcional)

Considerando as questões abordadas nesta etapa e as atividades elaboradas, reflita sobre a sua prática e registre os aspectos que julgar adequado para a criação de ambientes de aprendizagem com a integração de mídias e tecnologias e/ou aspectos que necessitam ser revistos.

Use o Diário de Bordo para fazer suas reflexões!


Atividades – Etapa 3


Gestão da Prática Pedagógica


Atividade 1 - Proposta de atividade articulada no contexto de sala de aula (obrigatória)

Na escola pública da cidade X, existe uma sala equipada com TV, vídeo, uma câmera e uma coleção de vídeos e DVDs do Programa da TV-Escola.

O diretor dessa escola acaba de ser informado que receberá 10 computadores com acesso à Internet.

Diante desta situação, o diretor procura tomar as providências estruturais necessárias para montar o laboratório de informática, mas mostra-se preocupado por três motivos.

Primeiro, porque neste momento a escola está iniciando o desenvolvimento de um projeto que visa a resgatar a cultura da região, valorizando a produção artística e histórica da comunidade local. A realização deste projeto envolve pessoas da escola (alunos, professores, funcionários, gestores) e do seu entorno. Segundo, pelo fato de reconhecer a importância do uso da TIC no processo educacional, mas de não saber a melhor forma de lidar com as inovações. E, o terceiro motivo, pela garantia de que tais inovações, tanto o projeto como o uso das TIC, possam efetivamente favorecer o aprendizado do aluno, ou seja, que os conteúdos curriculares possam ser trabalhados.

Para resolver este impasse, o diretor apresenta a situação para os professores, pedindo para que sugiram uma proposta de atividade de sala de aula envolvendo o uso das TIC disponíveis. Porém, qualquer solução encontrada deverá contemplar em algum aspecto o projeto em desenvolvimento com a comunidade.

Você que faz parte do quadro de professores desta escola deverá elaborar uma proposta voltada ao seu universo de sala de aula, ou seja, que atenda às especificidades da sua disciplina - sua intencionalidade pedagógica, o tempo disponível, o perfil dos alunos e as necessidades deste contexto.


Obs: Os grupos deverão ser formados por quatro cursistas e, em cada grupo, deverá ter um cursista representante para enviar o formulário da proposta na Biblioteca - Material do aluno.

Leia atentamente a situação descrita no cenário;

Troque idéias com as colegas do grupo;

Elabore a proposta da atividade articulada - conforme o formulário;

Para facilitar a identificação do grupo de cursistas e da atividade, coloque nome do arquivo: nome do representante_grupo-ativ1;

Anexe o arquivo na Biblioteca em Material de aluno no tema Etapa 3 Gestão de tecnologia - Atividade articulada.


Observe a data agendada para envio!


Obs: Os grupos deverão ser formados por quatro cursistas e, em cada grupo, deverá ter um cursista representante para enviar o formulário da proposta na Biblioteca - Material do aluno.


Atividade 2 - Debate: Estratégias articuladoras da dimensão pedagógica e administrativa (obrigatória)

Após as leituras indicadas e a análise sobre as experiências vivenciadas e conhecidas sobre o uso das TIC no contexto escolar, procure levantar as possíveis estratégias que podem ser utilizadas para integrar o uso das TIC de forma articulada entre os aspectos pedagógicos e administrativos. Apresente algumas sugestões e participe do debate com os colegas da turma no Fórum “Estratégias articuladoras”.


Faça as leituras indicadas e reflita sobre as experiências com o uso das TIC no sistema da escola;

Pense em algumas possibilidades – estratégias que podem ser usadas visando à articulação entre os aspectos pedagógicos e administrativos;

Apresente suas idéias, participando do Fórum: Título - Etapa 3 - "Estratégias articuladoras".

Atividade 3 - Conhecendo outras possibilidades (opcional)


Acesse em Biblioteca, Material de Alunos - “Etapa 3 Gestão de tecnologia – Atividade Articulada“, os formulários elaborados pelos demais grupos da turma, para conhecer outras possibilidades de integração entre as TIC e entre os conteúdos curriculares, considerando as características do contexto escolar descrito no cenário. Faça seus comentários sobre aquilo que lhe chamou mais atenção no Diário de Bordo!


Texto organizado pela tutora Joseane Figueredo


quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Alunas do curso Mídias na Educação são destaques em Santarém



O Blog do Curso Mídias na Educação fazia tempo que se ressentia de postagens significativas e que trouxessem frescor e novidades interessantes para seus leitores. Eis que chega de Santarém, o texto abaixo, enviado por quatro alunas do nosso curso, alunas que tiveram como mérito a coragem e a determinação de aplicar no seu cotidiano pedagógico os conteúdos aprendidos durante o curso.
Confesso que fui tomado por sentimentos ambíguos, de um lado fico feliz em saber que o resultado do trabalho começa a aparecer e fazer a diferença no chão da escola e ao mesmo tempo um pouco triste, pois a maioria dos e-mails que recebo não traz mais do que reclamação ou pedido de soluções para problemas administrativos.
Por favor, enviem mais textos como os das alunas de Santarém, mostrem os trabalhos que estão sendo desenvolvidos por vocês em suas escolas.

Eis o texto inspirador:

O uso da Rede muda o fazer educativo em Santarém
A Internet está promovendo mudanças sociais, econômicas e culturais, vivencia-se a era da Revolução Digital, com tantos atributos que chega a ser comparada a Revolução Industrial, a conexão em rede interliga pessoas e recursos educacionais proporcionando mudanças significativas na escola. O blog é uma dessas ferramentas web, que propicia a construção e socialização de idéias, permitindo certo poder de gerenciar produções
''O Blog como Ferramenta de Comunicação e Interação na Prática Pedagógica'' foi o título do trabalho publicado na III Jornada Universitária de Ensino, Pesquisa e Extensão, ocorrida nos dias 26, 27 e 28 de Agosto, na Universidade Federal do Pará, Campus Universitário de Santarém, e teve como autoras pesquisadoras as professoras: Cleuciney Pessoa, Francenilda Teixeira, Gilcilene Pires e Glória Vasconcelos, todas do curso de Mídias na Educação.
O trabalho além de ser publicado no livro de resumos do evento, também foi exposto durante o mesmo, trazia como objetivo central, compreender a importância da Internet e das novas tecnologias da informática como ferramentas que possam auxiliar no processo atual de ensino-aprendizagem, tornando este processo mais interessante aos alunos pelo fato de interligá-los ao mundo e ao mesmo tempo permitir a interdisciplinaridade na escola.
O desenvolvimento metodológico ocorreu a partir de uma experiência, a princípio um projeto, levado para a Escola Municipal de Ensino Fundamental Maria Amália (http://amaliaqueiros.wordpress.com), onde aconteceram oficinas com professores e alunos enfatizando o uso de Blogs na educação, em seguida os professores escolheram a melhor forma de usá-lo em suas aulas.
O trabalho que iniciou como um experimento em apenas uma das escolas municipais, hoje está presente e já é realidade em 11 escolas, tendo a frente os educadores que atuam nos laboratórios de informática, as professoras que desenvolveram o projeto, afirmam que “com o uso do blog em sala de aula, houve um crescimento qualitativo no aprendizado dos alunos”.
Essa é apenas uma das iniciativas que estão sendo desenvolvidas a partir do Curso Mídias na Educação, pois as mudanças que estão acontecendo incluem principalmente o campo educacional e não tem como os professores ou as escolas ficarem alheios a elas, o blog apresenta-se como uma ferramenta, que comprovadamente traz resultados positivos à educação, sem contar na facilidade e diversidade de coisas que podem ser trabalhadas através dele.

Texto: Cleuciney Pessoa, Francenilda Teixeira, Gilcilene Pires e Glória Vasconcelos

Postagem: Marcelo Carvalho

domingo, 20 de setembro de 2009

Orientações Etapa 1 Módulo Gestão

Etapa 1 - Atividade 1 - Diagnóstico (obrigatória)

Para fazer a Gestão das tecnologias na escola, o primeiro passo é saber o que existe na realidade da escola, em termos de equipamentos, estrutura física e programas/projetos envolvendo o uso das tecnologias e mídias.

Como fazer?

A atividade deve ser feita individualmente;

Para fazer o diagnóstico das tecnologias existentes na escola, acesse o formulário de diagnóstico (disponível no módulo);

Levante as informações junto à escola em que atua e preencha os campos do formulário;

Em seguida, salve o formulário preenchido em um arquivo, de forma que facilite a identificação do cursista e da atividade: Nome do cursista_ativ1_etapa1.

Por exemplo, nome do cursista: Maria Regina de Souza;

O nome do arquivo nesta atividade deverá ser: mreginas-ativ1_etapa1.

Anexe o arquivo na Biblioteca em Material de aluno no tema Etapa 1 – Gestão de tecnologia - diagnóstico;

Observe a data agendada para envio!

É importante que cada cursista conheça o diagnóstico de outras escolas, onde seus colegas atuam para ter uma visão geral da realidade das escolas em relação às tecnologias.

Obs. O formulário de diagnóstico cita alguns projetos de tecnologias educacionais que vocês devem pesquisar se existem e são utilizados nas escolas de vocês. Abaixo uma definição simples de cada projeto.

RIVED (Rede Internacional Virtual de Educação trata-se de uma coleção de Objetos de Atividades que está disponível na internet e instalado nos computadores das salas de informática das escolas públicas).

TVESCOLA (A TV Escola é um canal do Ministério da Educação, sobre educação e para a educação. No ar 24 horas por dia, para assistir a programação da TV Escola é preciso ter antena parabólica e receptor ou uma placa de vídeo instalada em computadores).

PROINFO (Programa Nacional de Tecnologia Educacional - É um programa educacional com o objetivo de promover o uso pedagógico da informática na rede pública de educação básica, desenvolvido pelo Governo Federal através do Ministério da Educação. O programa leva às escolas computadores, recursos digitais e conteúdos educacionais. A maioria das salas de informática educativa foi implantada com os computadores distribuídos pelo PROINFO).

RADIO ESCOLA (Projeto desenvolvido pela SEDUC/CTAE que distribuiu em 2009, 50 kits para instalação de rádios nas escolas da rede estadual. O objetivo do projeto é incentivar o uso da mídia rádio em projetos educativos e apoiar o protagonismo juvenil).

MÍDIA ESCOLA (O Projeto DVD Escola oferece a escolas públicas de educação básica caixa com mídias DVD, contendo, aproximadamente, 150 horas de programação produzida pela TV Escola, o projeto é desenvolvido pelo Governo Federal através do Ministério da Educação. A intenção é assegurar o compromisso com a atualização tecnológica e democratização da TV Escola).

SIGETEC (Sistema de Gestão de Tecnologias, este é um sistema destinado mais aos NTE’s e as Secretarias de Educação – Estadual e Municipal –).

Etapa 1 - Atividade 2 - Reflexão: resultado do diagnóstico (obrigatória)

Nesta atividade você está convidado a refletir sobre os resultados dos diagnósticos, enfatizando os aspectos que mais lhe chamaram a atenção.

Faça a releitura do seu diagnóstico feito na escola;

Acesse o formulário de diagnóstico de alguns (3 a 5) colegas da turma;

Leia procurando comparar as informações levantadas nos vários diagnósticos;

Destaque os aspectos que identificou reveladores de potencialidades e de dificuldades para o uso das mídias na escola.

Utilize a ferramenta “Diário de bordo” para registrar suas reflexões.

Etapa 1 - Atividade 3 - Debate: Gestão de Produtos (opcional)

O diagnóstico feito nas escolas provavelmente deixará evidenciado o uso de tecnologias para desenvolver diferentes atividades como pesquisa, organização, produção, publicação e gestão. Os produtos podem ser objetos virtuais ou concretos, cuja organização exige cuidados com registro, armazenamento, recuperação para expor, atualizar em outras atividades. Diante dessa situação, o desafio consiste em como fazer a gestão desses produtos.

Para refletir sobre como realizar a gestão desses produtos, troquem idéias com seus colegas no Fórum “Gestão de produtos”.

Faça a releitura do seu diagnóstico feito na escola e do diagnóstico dos colegas da turma;

Identifique as possibilidades de fazer a gestão dos produtos resultantes das atividades desenvolvidas na escola.

Participe do Fórum:

Título - Etapa 1 - “Gestão de produtos”

Contribua com suas reflexões e questionamentos.

Obs. A atividade 1 da etapa 1 deve ser feita até o dia 27 de setembro e os tutores terão 48 horas após esta data para disponibilizar o material na biblioteca. O cumprimento deste prazo é fundamental, pois as atividades 2 e 3 da etapa 1 dependem da leitura e analise da atividade 1.

Marcelo Carvalho

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

Módulo Gestão

Olá alunos e tutores,

Ontem criei as turmas do último blog do Ciclo Básico do curso Mídias na Educação. Falta agora matricular os alunos nas turmas e inserir as atividades nos fóruns e biblioteca, estes ajustes serão feitos até o próximo domingo.
O prazo para encerrar todas as atividades é o dia 15 de outubro, quando menciono todas as atividades, é para entender as atividades dos módulos TV e Vídeo e o de Gestão.
Os alunos que concluírem com aproveitamento quantitativo e qualitativo os 06 módulos receberão o certificado de Extensão Universitária (120 horas de estudo) e automaticamente estarão habilitados e matriculados no próximo ciclo, o Intermediário.
O Ciclo Intermediário será composto por 04 módulos e terá carga horária de 60 horas. Somando-se os dois ciclos teremos 180 horas de estudos e vocês receberão o certificado de Aperfeiçoamento. Todos os que concluírem esta fase estarão automaticamente habilitados e matriculados no próximo ciclo, o Avançado.

O Ciclo Avançado terá carga horária de 180 horas e será nesta fase que vocês farão a monografia, que será individual e deverá ser defendida publicamente em encontro presencial.

Portanto, os que bravamente estão ativos no curso e conseguiram vencer todas as adiversidades devem concentrarem-se e esforçarem-se para concluir os dois últimos módulos até o próximo dia 15 de outubro e conquistar o merecido certificado e o mais importante adquirir os conhecimentos que serão úteis para a revisão da prática pedagógica e a utilização correta das mídias em contextos educativos.

Obs. Eu farei pessoalmente a matricula de cada aluno em sua turma, tendo como base a turma do módulo TV e Vídeo, portanto, vocês não devem se preocupar com este processo.

Marcelo Carvalho

quarta-feira, 9 de setembro de 2009

Respondendo aos comentários, críticas e questionamentos:


1- Matrícula no módulo TV e Vídeo: as turmas foram criadas conforme relatório enviado por cada tutor. Eles indicaram o número de alunos aptos a seguir no curso. O aluno é considerado apto quando desenvolve e posta as atividades no ambiente e-proinfo e o tutor avalia e considera a atividade satisfatória, ou seja, ela é compatível com os parâmetros avaliativos do curso. O aluno não é avaliado apenas pelo critério quantitativo, não basta apenas realizar as atividades, elas precisam ter também os aspectos qualitativos, ou seja, realmente responder ao que é proposto pela atividade.
O aluno que postou as atividades dos 4 módulos anteriores e que não está acessando o módulo TV e Vídeo deve enviar mensagem ao tutor da turma e este deve entrar em contato comigo e solicitar a inclusão ou o próprio tutor pode fazer a enturmação de seus alunos.

2- Postagens no fórum: As postagens que devem seguir o padrão ABNT são as destinadas à biblioteca, pois o texto do fórum tem recursos de edição limitados. A única observação a ser considerada deve ser em relação à citação das fontes pesquisadas ou de textos copiados de outros autores. Também, deve ser observado que o objetivo do fórum é o debate, portanto, a participação deve ser ativa e não apenas postar uma mensagem.

3- Linguagem utilizada no blog e no curso: Todas as críticas são bem vindas, principalmente as que são bem fundamentadas, as pertinentes. Elas são poderosas, nos fazem enxergar melhor certas questões ou nos forçam a mudar nosso ponto de vista, porém, devemos sempre lembrar que somos professores e este um curso de pós-graduação. Neste sentido, não vamos nos descuidar de nossa linguagem, palavras ou expressões vulgares são desnecessárias, não contribuem para o desenvolvimento do curso.

4- Cronograma do curso: O Ciclo Básico do curso está previsto para encerrar no dia 15 de outubro. Já cursamos 4 módulos e atualmente estamos estudando o de TV e Vídeo (03 fóruns já estão abertos e a atividade de biblioteca -roteiro de um vídeo- já está configurada, ou seja, vocês já podem postar). Até o próximo dia 15 de setembro será aberto o Módulo Básico de Gestão, último desta fase. Após a conclusão destes seis módulos vocês terão cursado 120 horas e receberão o certificado de extensão universitária que será emitido pela UFPa.

5- A atividade da biblioteca do módulo rádio: Esta atividade está suspensa, talvez ainda a faremos, porém, peço que aguardem. Não é preciso preocupação, pois as atividades elaboradas e postadas nos fóruns são suficientes para avaliar a participação de vocês no curso.

6- Novas chances no curso: Os tutores foram orientados a possibilitar o retorno de alguns alunos. Para ter uma nova oportunidade, o aluno precisa ter concluído o módulo Introdutório e Impresso, ter postado pelo menos as atividades dos fóruns do módulo Informática e ter interagido nos fóruns do módulo Rádio. Caso você encontre-se nesta situação, ou deseja postar atividades pendentes e permanecer no curso, deve entrar em contato com o tutor da turma e negociar o retorno.

7- Novos tutores: Alguns alunos estão estudando o módulo TV e Vídeo com novos tutores, isto ocorreu porque alguns tutores solicitaram desligamento do curso (por questões pessoais) e também porque houve a extinção de 03 turmas de Belém, 01 de Bragança, 01 de Paragominas, 01 de Capanema e 01 de Castanhal. Em função disto os alunos remanescentes foram alocados em outras turmas. Tivemos ainda casos de alunos que voluntariamente matricularam-se em turmas diferentes das que até então participavam.
Em todos estes casos, é preciso esclarecer que cada tutor é responsável por avaliar sua turma, portanto, cabe ao tutor que orientou o módulo emitir os conceitos, por exemplo, um tutor orientou os três primeiros módulos e depois a turma passou a ser orientada por um segundo tutor, cabe ao primeiro avaliar e emitir os conceitos dos três primeiros módulos e ao segundo tutor avaliar os módulos seguintes.

Marcelo Carvalho

Assita o Vídeo

Para contribuir com alunos e tutores, aqui está o vídeo. Assistam e sucesso na atividade.

quinta-feira, 27 de agosto de 2009

MAIS ORIENTAÇOẼS PARA O MÓDULO TV E VÍDEO

Módulo TV e Vídeo

OBJETIVOS

•Avaliar o significado da televisão e do vídeo no contexto sócio-educativo;
•Compreender os conceitos básicos pertinentes a linguagem utilizada na televisão;
•Identificar processos e instrumentos básicos envolvidos na produção de um vídeo.

Unidade I

1.TELEVISÃO
1.1-Televisão e Escola
1.2-A Televisão e o Vídeo na Sala de Aula
1.3- Linguagem Televisiva

Unidade II

2.-ASPECTOS TECNOLÓGICOS DA TV
2.1-primeira Fase: Pré-produção
2.2-Segunda Fase: Produção
2.3-Terceira Fase: Pós-produção
3.-A TV DIGITAL

Obs. Além do texto-base, o material aqui disponível contempla as seções:

Pare e Pense (Onde você é estimulado(a) a refletir sobre questões discutidas no módulo).

Parada Obrigatória

Nosso curso utiliza dois tipos de objetos para navegação em vídeo e imagens: o navegador de vídeo e o navegador de imagens. Você poderá ver uma ilustração destes dois recursos abaixo. Eles foram criados para melhorar a interação com os recursos de imagem e vídeo.

Observação

A exibição de algumas imagens, vídeos e animações que estão ilustrando nosso material utilizam a tecnologia Macromedia Flash. Para visualizar estes recursos é necessário que seu navegador de Internet possua o plug-in Macromedia Flash Player. Caso seu navegador não possua esta tecnologia, você poderá baixá-la através do endereço http://www.adobe.com/go/getflashplayer.
Caso não tenha experiência em fazer este tipo de instalação, peça ajuda a um amigo ou colega de trabalho que já tenha feito este processo.

AVALIAÇÃO

Nosso curso possui 15 horas de duração e prevê, aproximadamente, 5 horas de estudo por semana. A avaliação do cursista será feita a partir das interações realizadas nos fóruns e das atividades propostas nas seções específicas, presentes nos textos das aulas. Serão avaliados nos fóruns não só as respostas dadas, mas também os comentários e discussões feitas com os demais colegas a respeito dos temas propostos. Os alunos que ao final do curso obtiverem participação satisfatória nos fóruns e uma boa qualidade nos textos (apresentação de acordo com as normas da ABNT, referencial teórico, coerencia, lógica e clareza de idéias) produzidos nas atividades deverão receber os conceitos finais. As atividades deverão ser comentadas pelos tutores em tempo hábil e discutidas com os participantes.

PRIMEIRAS ATIVIDADES

atividade 1 – fórum

Vá ao fórum Palavras Iniciais e apresente-se aos seus colegas, fale sobre suas experiências com televisão na Educação e suas expectativas para este módulo.

Atividade 2 – fórum

Reflita sobre as três opiniões presentes no vídeo TV na Escola e Os Desafios de Hoje”, da UniRede e Seed/MEC., no conteúdo do módulo e responda a seguinte pergunta: Que postura você adota frente aos conteúdos veiculados pela televisão? Poste sua resposta no fórum TV na Escola e os Desafios de Hoje e discuta com seus colegas.
Ainda haverá outras atividades de bilioteca que serão enviadas em breve as orientações, aguarde.

Atividade 3 – Construção de um portfolio

Objetivo desta atividade: analisar o processo de feitura de um produto audiovisual, desde sua idéia inicial até sua materialização.

Como fazer:

1. Acesse o link: http://portaldoprofessor.mec.gov.br/resourceView.action?resourceId=10166, disponibilizado pelo Portal do Professor, e clique na opção "Baixe". O vídeo "Lançamento oblíquo" será utilizado como referência.
Elabore um pequeno roteiro onde você descreverá as ações que acontecem no vídeo.
Depois de escrito o roteiro, siga os passos contidos na seção PROCEDIMENTOS, vista abaixo, para publicá-lo no ambiente E-Proinfo.
Lembre-se: essa atividade poderá ser útil no processo de elaboração do trabalho final quando do encerramento do ciclo básico.

Procedimento

• O arquivo gerado nesta atividade deve estar no formato brOffice.Writer ou Microsoft Word ou Rich Text File (RTF);
• Não coloque espaços nem acentuação no nome de seu arquivo para não haver problemas na postagem;
• Para postar o arquivo desta atividade você deverá acessar a opção Biblioteca do E-Proinfo (menu amarelo);
• No menu Biblioteca, acesse a opção Material do Aluno;
• Em seguida, clique no botão Enviar Arquivo;
• Coloque um título para seu trabalho;
• Depois selecione “Texto” na opção Tipo de Documento;
• Em seguida selecione “TV e Vídeo” na opção Tema e “Roteiro” em Sub-tema;
• Clique no botão Procurar para selecionar o arquivo de seu trabalho;
• Por último, clique no botão Enviar Arquivo.

Atividade 4 – Fórum

Estamos chegando ao fim deste módulo básico sobre TV e Vídeo. Nossas discussões e atividades contribuíram para que todos pudessem conhecer e se inteirar melhor desta mídia.
Percebe-se então que a evolução da TV e do vídeo sempre foi num único sentido: primeiro desenvolve-se a tecnologia e depois "descobre-se" um uso para ela.

PROCEDIMENTOS PARA ESTA ATIVIDADE:

Leia o texto TV Digital e assista ao vídeo feito pela TV Câmara onde ele tenta explicar de maneira rápida e sucinta o que é e por que é tão importante a TV Digital para o Brasil. Acesse utilizando o conteudo do modulo no ambiente eproinfo.
Com a tecnologia de TV Digital, o limite do que se pode fazer com programas que prevêem o usuário como interagente é apenas a imaginação.
1. Pesquise e proponha como poderia ser trabalhada a TV Digital na escola para o desenvolvimento de um projeto com os alunos. Dica: Pesquise na Internet utilizando ferramentas de busca como o Google (www.google.com).
2. Registre sua proposta no fórum TV Digital e discuta os comentários feitos por seus colegas.
Dicas
Veja no endereço disponibilizado pelo Portal do Professor a seção chamada links. Essa seção poderá ser utilizada como apoio a diversas pesquisas.
http://portaldoprofessor.mec.gov.br/link.listAll.action

Agora é com vocês!

Texto: Jamille Galvão

Postado Por: Marcelo Carvalho

terça-feira, 25 de agosto de 2009

Módulo TV e Vídeo

Caros tutores e cursistas,

Iniciamos o Módulo TV e Vídeo, porém, enfrentamos problemas na configuração e abertura das turmas, isso gerou preocupação entre alunos e tutores.
Vocês devem ter notado que as turmas podiam ser visualizadas, porém, ao tentar matricular-se em uma delas, aparecia a mensagem informando que as vagas já estavam preenchidas. Também notaram que algumas turmas ainda não haviam sido criadas.
Esta dificuldade foi superada e hoje já temos disponíveis 32 turmas e as primeiras atividades são os fóruns.

As novas turmas foram criadas e nomeadas a partir dos seguintes elementos: nome do município, do módulo e um número. Desta maneira para você saber qual a sua turma, basta seguir o seguinte raciocínio: você estava na turma Belém MR 4, agora você estará na turma Belém TV e Vídeo 4.

As exceções são os alunos da turma da turma Belém MR 9, pois esta foi extinta e os alunos alocados em outra turma, com outro tutor. Outra mudança importante foi na turma Paragominas TV e Vídeo 1, pois a Professora Socorro Melo, por opção pessoal, solicitou desligamento do curso, desta forma indicaremos uma nova tutora para a turma.

É possível que ainda enfrentemos pequenos problemas e novos ajustes sejam necessários, porém, devemos manter uma postura dialógica e colaborativa, estas atitudes serão mais úteis ao desenvolvimento do nosso trabalho e encurtará a distância entre o problema e a solução.

Marcelo Carvalho

segunda-feira, 17 de agosto de 2009

Módulo TV e Vídeo (Considerações Iniciais)

A partir desta semana iniciaremos o trabalho em um novo módulo, nosso estudo será centrado na reflexão sobre a TV e o Vídeo.
Discutiremos as noções básicas de TV e vídeo dentro de um contexto sócio-educativo. Abordaremos os conceitos básicos sobre a linguagem utilizada na televisão e os aspectos tecnológicos da produção de um vídeo. Ainda neste módulo vamos refletir sobre alguns pontos: Quais as características da televisão? Será possível utilizarmos a televisão e o vídeo a favor do processo educativo? De que formas?
Neste módulo, diferentemente do que ocorreu nos anteriores, as atividades não sofrerão alterações ou adaptações. Vocês deverão realizá-las de acordo como está descrito no conteúdo do módulo disponível no ambiente e-proinfo.
Este é nosso penúltimo módulo e nos aproximamos do final do Ciclo Básico. Os alunos que concluíram o módulo Rádio já cursaram 83 horas de estudo e com os dois módulos que faltam (TV e Vídeo e Gestão em Mídias) completaremos 120 horas.
Os concluintes terão direito ao certificado de Extensão Universitária e lógico o direito de prosseguir no curso e conquistar o título de especialista em Mídias na Educação.
Parabéns aos que chegaram até esta etapa do percurso!
Para concluir uma provocação:

Televisão (Titãs)

A Televisão
Me deixou burro
Muito burro demais
Oi! Oi! Oi!
Agora todas coisas
Que eu penso
Me parecem iguais
Oi! Oi! Oi!...
É que a televisão
Me deixou burro
Muito burro demais
E agora eu vivo
Dentro dessa jaula
Junto dos animais...
(...)

O Vídeo na Sala de Aula (José Manuel Moran)

(…) TV e vídeo encontraram a fórmula de comunicar-se com a maioria das pessoas, tanto crianças como adultas. O ritmo torna-se cada vez mais alucinante (por exemplo nos videoclips). A lógica da narrativa não se baseia necessariamente na causalidade, mas na contigüidade, em colocar um pedaço de imagem ou história ao lado da outra. A sua retórica conseguiu encontrar fórmulas que se adaptam perfeitamente à sensibilidade do homem contemporâneo. Usam uma linguagem concreta, plástica, de cenas curtas, com pouca informação de cada vez, com ritmo acelerado e contrastado, multiplicando os pontos de vista, os cenários, os personagens, os sons, as imagens, os ângulos, os efeitos.
Os temas são pouco aprofundados, explorando os ângulos emocionais, contraditórios, inesperados. Passam a informação em pequenas doses (compacto), organizadas em forma de mosaico (rápidas sínteses de cada assunto) e com apresentação variada (cada tema dura pouco e é ilustrado).
As mensagens dos meios audiovisuais exigem pouco esforço e envolvimento do receptor. Este tem cada vez mais opções, mais possibilidades de escolha (controle remoto, canais por satélite, por cabo, escolha de filmes em vídeo). Há maior possibilidade de interação: televisão bidirecional, jogos interativos,  CD e DVD. A possibilidade de escolha e participação e a liberdade de canal e acesso facilitam a relação do espectador com os meios.
As linguagens da TV e do vídeo respondem à sensibilidade dos jovens e da grande maioria da população adulta. São dinâmicas, dirigem-se antes à afetividade do que à razão. O jovem lê o que pode visualizar, precisa ver para compreender. Toda a sua fala é mais sensorial-visual do que racional e abstrata. Lê, vendo.
A linguagem audiovisual desenvolve múltiplas atitudes perceptivas: solicita constantemente a imaginação e reinveste a afetividade com um papel de mediação primordial no mundo, enquanto que a linguagem escrita desenvolve mais o rigor, a organização, a abstração e a análise lógica (...)


São duas visões, formas de pensar contraditórias entre si, contraditórias como a própria televisão.

Bons estudos, façam as pesquisas sugeridas e elaborem seus próprios pontos de vista.

Aproveitem os fóruns para debater e aprofundar seus conhecimentos.

Marcelo Carvalho

quarta-feira, 15 de julho de 2009

Férias!

Bom dia alunos e tutores do curso Mídias na Educação

Estou de férias, por isso reduzir meu ritmo de trabalho e de orientações a vocês, porém, como encontrei um computador com acesso a web e um pouco de tempo, resolvi matar a saudade de vocês e do blog.

Então, vamos às considerações sobre o curso:

1º - O Módulo Rádio foi reaberto e quem não conseguiu postar as atividades poderá enviá-las até o dia 05 de agosto de 2009;

2º - A atividade da biblioteca (4ª atividade) será postada em agosto, ela foi reelaborarada e as orientações serão repassadas a vocês em breve;

3º - O próximo módulo será o de TV e Vídeo;

4º - Não se aborreçam com minha demora em responder os e-mails e as mensagens deixadas no blog, como informei no início, estou de férias e em agosto prometo atualizar todas as mensagens.

Um abraço,

Marcelo Carvalho

segunda-feira, 22 de junho de 2009

Escolas interagem por meio de blogs



Escolas da Rede Pública Estadual de Ensino, localizadas nos 143 municípios paraenses, estão ficando cada vez mais próximas. O blog - página da internet com características de diário – é a ferramenta usada para encurtar distâncias e promover a interação entre escolas. Atualmente, mais de cem escolas da Secretaria de Estado de Educação (Seduc) já ingressaram no universo virtual. Entre elas está a Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Camilo Salgado, localizada no bairro do Jurunas, em Belém. A escola entrou para o universo de blog's nesta semana, durante a Oficina de Blogs, que encerrou na sexta-feira, 19.

A Oficina, que teve duração de três dias, foi promovida no laboratório de informática da escola, por técnicos da Coordenação de Tecnologia Aplicada à Educação (CTAE). Participaram das atividades professores, técnicos, e estudantes da 3ª Unidade Seduc na Escola (USE). A formação visa implantar uma rede de educomunicação nas escolas do Estado. A intenção, de acordo com a responsável pela oficina, professora Jamille Galvão, é fazer com que os professores utilizem essa ferramenta "como uma sala de aula", já que o blog, enfatizou, “está no mundo do aluno”.

Os alunos do 2º ano do ensino Médio, Vítor de Souza Duarte, 16 anos, e Alcênio Freitas Júnior, 16 anos, fizeram um blog somente para estudantes, intitulado "Camilo Salgado: a voz do aluno". O primeiro post, feito no segundo dia do curso, foi sobre a escolha da nova direção da escola. “O primeiro foi informando sobre as eleições para diretor, explicando o processo. Também queremos usar o espaço para divulgar os projetos da escola”, explicou Vítor. A idéia, acrescentou Alcênio, é usar o interesse dos alunos pela web. “Os alunos nem sempre estão por dentro dos projetos, mas são ligados na internet”.

Os blogs de escolas e USE's estão disponíveis no endereço: ctaeseducpa.wordpress.com. O espaço pretende ser o ponto de encontro de educadores lotados nas salas de informática da Rede Estadual. A página também contém informações de ações da CTAE e sobre o Programa de Formação Continuada em Mídias na Educação.
Jamille Galvão informa que as escolas interessadas em receber as oficinas devem entrar em contato com a Seduc.

Texto: Mari Chiba
Foto: Rai Pontes

Texto publicado originalmente no site da SEDUC

Postado por Marcelo Carvalho

I Concurso de Blogs Educativos do Estado do Pará – I Edublog







A Secretaria de Estado de Educação – SEDUC, através da Secretaria Adjunta de Ensino-SAEN, da Diretoria de Educação Para Diversidade, Inclusão e Cidadania -DEDIC, da Coordenação de Tecnologia Aplicada a Educação -CTAE, dos Núcleo de Tecnologia Educacional -NTEs, propõe a implantação do Projeto I Concurso de Blogs Educativos do Estado do Pará – I Edublog a ser realizado no mês de outubro de 2009.

Neste concurso é de fundamental importância a parceria com o Programa NAVEGAPARÁ que viabiliza através de ações entre os órgãos estaduais tendo como coordenação a Secretaria de Ciência e Tecnologia – SEDECT e executora a Empresa de Processamento de Dados do Estado do Pará -PRODEPA, que conjugam esforços para o desenvolvimento de projetos de TIC.

Este projeto tem como finalidade fomentar e promover o uso das Novas Tecnologias de Informação e Comunicação e do Blog como recurso pedagógico para divulgar e produzir conteúdos e conhecimentos dentro e fora do espaço escolar, envolvendo gestores de escolas e de USEs, UREs, técnicos, coordenadores das salas de informática, professores, alunos e a comunidade.

A utilização de blogs na educação possibilita o enriquecimento das aulas e desenvolvimento de projetos através da publicação e interação de idéias na Internet. Basta adequá-los aos objetivos educacionais, para que o conhecimento seja construído através da interação das ferramentas tecnológicas da informação e comunicação, criando um ambiente favorável para a aprendizagem.

Conheça o projeto e o regulamento do concurso: Visite o blog da CTAE

Créditos das Imagens
Imagem 1 – Arte: Professor Franz
Imagem 2 – Arte: Lucas da escola Acy Barros
Imagem 3 - Arte: Valcicley Paixão Ferreira (Bragança)
Imagem 4 - Arte: Valcicley Paixão Ferreira (Bragança)
Imagem 5 - Arte: Valcicley Paixão Ferreira (Bragança)

Fonte: Texto e imagens postados originalmente no blog da CTAE

Postado por Marcelo Carvalho

Orientações elaboradas pela tutora Jamille Galvão

Conceitos:

Conceito A: supera as expectativas do módulo
Conceito B: atende as expectativas do módulo
Conceito C: não atende as expectativas do módulo (não está apto a seguir no curso).

Critérios considerados para gerar estes conceitos:

1) Idéias expressas de forma coerente, com sequência lógica de raciocínio, fundamentação teórica de acordo com o conteúdo trabalhado no módulo, clareza e objetividade;

2) Apresentação do trabalho de acordo com as normas da ABNT (formatação e apresentação do referencial bibliográfico e citações dentro do texto);

3) Organização e estética do trabalho (entregue no prazo, identificado corretamente e de forma completa);

4) Interação nos fóruns de forma colaborativa, construtiva e propositiva.
Dicas e orientações para o Módulo Rádio:

Este módulo foi aberto no dia 01/06/2009, com as seguintes atividades e prazos:

Atividade 1

Fórum: na Escola
Pesquisa: 01 a 07/06/2009 Postagem: 07 a 14/06/2009 Vocês devem copiar (aqui no blog ou no ambiente e-proinfo/fórum) as questões do questionário a ser aplicado por vocês neste período (reservem dois dias para a elaboração dos textos e por fim realizar as postagens).
Vocês serão avaliados por suas contribuições e por suas interações com os colegas, portanto, comentem à vontade!!!

Atividade 2

Fórum: Projetos Pesquisa: 07 a 14/06/2009
Postagem: 14 a 20/06/2009 Além do que está indicado aqui em nosso blog, estou indicando mais alguns links para que vocês comecem a pesquisar e realizar esta atividade:

Rádio Comunitária – Rádio faz escola. E vice-versa

Rádio e escola, uma sintonia fina


Atividade 3

Fórum: Resumindo Pesquisa e construção da atividade: 01 a 20/06/2009
Postagem: 20 a 25/06/2009

Obs. Com o embasamento teórico proporcionado pelas pesquisas e leituras, criem uma proposta criativa para a utilização pedagógica da mídia rádio. A atividade busca proporcionar uma aplicação das teorias estudadas e do conhecimento construído ao longo do módulo.

Esta é uma atividade prática, precisa ser planejada e executada na escola e com a participação dos alunos.

Os debates, no fórum, devem focalizar a experiência vivenciada na escola e os resultados alcançados com a utilização da mídia rádio.

No fórum os alunos precisam apresentar a atividade e seus objetivos, estratégias de aplicação e a analise dos resultados.

Atividade 4

Biblioteca: (Atividade em elaboração, por favor aguarde)
Postagem: Em breve será definida.


Procurem organizar seu tempo e utilizar o cronograma de estudo acima para cumpri-lo. Evitem postar todas as atividades na última semana do módulo, esta atitude compromete a qualidade de seus estudos e o trabalho dos tutores.

Não esqueçam que as atividades de fórum não exigem cabeçalho e nem a apresentação de acordo com as normas da ABNT. Essas exigências restringem-se às atividades postadas na biblioteca.

Para consultar as normas da ABNT verifiquem os links abaixo:

Associação Brasileira de Normas e Técnicas

Normas da ABNT

E para finalizar, um documento que traz dicas sobre a estrutura que deve ter um texto acadêmico:

O texto acadêmico

Obs. O cronograma é uma contribuição para a organização de seu tempo pessoal e para facilitar o trabalho dos tutores.
Postagens antecipadas serão aceitas e bem vindas, porém, solicito empenho e compromisso de todos para evitarmos atrasos e adiamentos dos prazos.

Forte abraço a todos e bom estudo!!!

Jamille Galvão

Texto: Publicado originalmente no blog da professora Áurea Albuquerque (Tutora da turma Bragança MR 2)

Postado por Marcelo Carvalho

Módulo Básico da Mídia Rádio





Para apoiar as reflexões e as participações/contribuições de vocês nos fóruns, indico algumas dicas de textos e links.

Texto 01 – O rádio na escola como instrumento de cidadania…
Texto 02 – Radio Escolar
Texto 03 – Rádio-Educação: uma alternativa pedagógica
Texto 04 – Radioconto, radiorromance, radiopoesia: o radio educativo
Texto 05 – O rádio educativo no Brasil: uma reflexão osbre suas possibilidades e desafios

Site para ser visitado

Radio Educativo - contém material de apoio e para download.
Outros links serão acrescentados durante o módulo.

Texto: Publicado originalmente no blog da professora Áurea Albuquerque (Tutora da turma Bragança MR 2).

Postado por: Marcelo Carvalho