segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

PCCR


Resultado da enquete feita por este blog sobre o PCCR, a pergunta era:

O PCCR dos trabalhadores em educação será efetivado em 2011?


Sim: 7 (20%)
Não: 9 (26%)
Sim, com alterações: 8 (23%)
Não, será substituído pela política de valorização do mérito: 10 (29%)

Somando a opção pelo “Não” e a “Não, será substituído pela política de valorização do mérito”, temos: 19 votos (55%).

Já a soma do “Sim” e do “Sim com alterações” totaliza 15 votos (43%).

Votaram na enquete 34 internautas.

O resultado não tem valor cientifico, mas indica o sentimento de desconfiança sobre a implantação do PCCR dos trabalhadores em educação.

Neste tipo de resultado eu queria muito estar enganado!

Marcelo Carvalho

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Blog do dia

Um blog de criança, presente para todas as crianças da blogosfera:

http://canariosver.blogspot.com/

Blog do Gabriel, filho de blogueiro, blogueiro é...

Marcelo Carvalho

Ps. O blog é feito pelo Gabriel, com ajuda e surpevisão da Tania.

terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Bonsalvage

   
    Bom dia a todos,

   Encaminho o link do vídeo da banda em que componho no contrabaixo.
   A banda chama-se Bonsalvage e é independente, assim como para os softwares existe o software livre, na música se anuncia uma nova tendência - música livre. Estamos apenas começando essa discussão na banda.
     O vídeo foi gravado durante a audição do CCAA Fest 2010, que é um festival voltado ao cenário independente de Belém do Pará. Infelizmente não fomos classificados à final, mas o que vale é intenção e a proposta.
     O vídeo foi reeditado por mim utilizando somente softwares livres. Espero que gostem e divulguem.
     Augusto Ribeiro (Guto)
Meu caro amigo, você sabe que pode contar comigo, sucesso à sua banda.
Marcelo Carvalho 


sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Pedra Não É Gente Ainda

Pepeu Gomes (Caramez - Pepeu Gomes)

Quem não respeita a natureza
Não dá força pra beleza
Não considera a vida
É pedra, não é gente ainda






Marcelo Carvalho

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Se Bragança é meu caminho, eu tenho pressa de chegar!

Hoje amanheci com saudade de Bragança e dos amigos que tenho por lá, em especial os professores Valter, Váldson e os professores do Projeto Aluno Repórter: Beto e Ailton.

Como, no momento, não posso ir à Bragança, resolvi escutar a Rádio WEB Aluno Repórter, assim, ganho um pedaço da "Pérola do Caeté" dentro de casa.

Como sempre a seleção musical é excelente! Para ouvir a rádio, clic na imagem:
Marcelo Carvalho

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

O que podem os alunos das escolas públicas?

Muito!

Basta que as políticas públicas criem as oportunidades.

A professora Lúcia Martins e a Escola Placídia Cardoso acreditaram/am nesta ideia. Aproveitaram os recursos do PDDE para investirem na criatividade dos alunos. E os resultados? Não vou gastar palavras, prefiro que você  confira caro leitor:
Filme resultado da oficina de cinema da Escola Placídia Cardoso

domingo, 13 de fevereiro de 2011

Festival Tela Digital

ESTÁ COMEÇANDO A SEGUNDA EDIÇÃO DO FESTIVAL DE VÍDEO TELA DIGITAL.

UMA SÉRIE DE PROGRAMAS ONDE VÍDEOS INSCRITOS PELA INTERNET PODEM SER SELECIONADOS PARA EXIBIÇÃO NA TV BRASIL A PARTIR DE MARÇO.

INSCREVA SEU CURTA-METRAGEM DE 3 a 12 MINUTOS.

ATÉ R$60.000,00 EM PRÊMIOS!

NÃO PERCA. INSCRIÇÕES ABERTAS A PARTIR DE 01 DE FEVEREIRO!

Como participar

O programa é para todos os públicos e a classificação indicativa dos vídeos deve ser de até 12 anos.
Os vídeos podem ser realizados com qualquer tipo de equipamento: câmeras de vídeos, câmeras fotográficas digitais, celulares ou animações feitas em computador e devem ter de 3 a 12 minutos de duração, créditos inclusos.
As inscrições vão do dia 01 de fevereiro de 2011 a 30 de junho de 2011 e a comissão de seleção trabalhará na curadoria dos programas até o final da temporada. A premiação será anunciada no programa de encerramento da série em outubro de 2011.

Sobre o Festival

O Festival Tela Digital une a TV Brasil e a Kinoforum, promovendo a descoberta de novos olhares e uma troca maior entre a Televisão, a Internet e os produtores audiovisuais independentes.
Os programas de televisão Festival Tela Digital serão produzidos pela Kinoforum e veiculados pela TV Brasil / EBC e emissoras que fazem parte da Rede Pública de Televisão a partir de abril de 2011. São 750 reais para cada vídeo exibido na TV, e 60 Mil Reais em prêmios para os melhores vídeos!
O projeto, com parceria entre a Kinoforum e a TV Brasil, proporciona a exibição de conteúdos audiovisuais de produção independente na internet e abre um espaço privilegiado para exibição de uma seleção desse conteúdo na TV pública. Essa integração entre visibilidade e curadoria é também possível a partir da utilização de novas tecnologias de recebimento e julgamento online de vídeos desenvolvidas pelo Festival do Minuto, parceiro tecnológico do evento na internet.

Clic no link e assista o vídeo:

http://www.teladigital.org.br/index.php?page=videos&section=view&vid_id=20483

Alô Petrônio, Augusto, Sanches, Jorge, Tony... Vamos participar!!!

Fonte: http://www.teladigital.org.br/teladigital/?

Marcelo Carvalho

Entenda um pouco mais sobre Software Livre

Navegando na web encontrei uma reportagem muito interessante sobre o software livre. Muitos utilizam linux e nem sabem disso.





Ao ver o programa, que é transmitido na TV aberta, fico imaginando que ainda existe vida inteligente na telinha.

Marcelo Carvalho

sábado, 12 de fevereiro de 2011

O que é MP3?

Quem gosta de música já está habituado a escutar ou falar sobre o MP3, certo. Mas sabemos corretamente o que é o MP3? Talvez não!

Pensando nisso, decidi publicar o texto abaixo, além de explicar corretamente o que é MP3, o texto dá algumas dicas de programas e sites sobre o assunto.


Arquivos em MP3:

Introdução

A Internet revolucionou a música, que vem passando por profundas mutações nos meios e processos de difusão.  A compressão de arquivos revolucionou ainda mais o universo musical, pois facilitou a troca de arquivos entre usuários.
A Internet permite transformar a música em arquivo digital virtual e cria uma aldeia global sonora. O download de arquivos modificou a difusão e o consumo de música em todo o mundo. Nesse contexto, o MP3 abalou a indústria fonográfica que trava uma dura resistência contra esse formato.

Definição de MP3

O MP3 é uma forma de compressão de arquivos sonoros eficiente, sem perda substancial da qualidade. A sigla MP3 é a abreviação de MPEG-1/2 Audio Layer 3 ou Layer-3 MPeg. A compressão de um arquivo MP3 pode reduzir arquivos de áudio digitais sem prejudicar a qualidade do arquivo porque o sistema auditivo humano praticamente não percebe a faixa comprimida ou retirada do áudio original.
Os arquivos .wav (wave), comumente utilizados pela indústria musical e considerado o formato padrão de música para PCs, são semelhantes aos com extensão .mp3. A diferença é a compactação do MP3. Na média, um minuto de música corresponde a 10 MB para uma gravação de som de 16 bits estéreo com 44.1 KHz em wave. Em MP3, um minuto de música corresponde a 1 MB. A proporção entre o wave e o MP3 é de 10/1.
A popularização da Internet, a criação e disseminação de softwares de troca de arquivos pela rede, como o Kazaa, Napster e Morpheus tornaram o MP3 numa das mais famosas siglas da indústria musical. Mesmo a contragosto dessa poderosa indústria que sofreu grandes prejuízos no faturamento.

Como funciona o MP3

Quando foi criado na Alemanha, em 1987, o MP3 surgiu com o intuito de reproduzir o som com a qualidade dos CDs com uma taxa de compressão razoável. Para gravar um CD, a taxa de gravação é de aproximadamente 1,4 Megabit por segundo. O MP3 baixou essa taxa para 128 KB/s. Mesmo diminuindo o arquivo na proporção 10/1, o MP3 manteve quase na sua totalidade a qualidade sonora do arquivo de áudio.
A manutenção da qualidade sonora dos arquivos foi possível graças às técnicas de codificação perceptual, método que comprime somente as freqüências sonoras que não são perceptíveis ao ouvido humano. Os sons de CDs e áudio wave são mais completos do que o MP3, pois possuem dados que não são captados pelo sistema auditivo. O MP3 descarta as freqüências que não são captadas pelo homem, mantendo a qualidade do som, pois, como já explicamos, somente descarta aquilo que o ouvido humano não percebe.

Programas de MP3

O mercado oferece uma série de bons programas para gravar e ouvir MP3. Entre eles, podemos destacar alguns players:
Windows Media Player (para PC)
Winamp (para PC)
RealJukebox (para PC)
iTunes (para PC e Macintosh)
MusicMatch (para PC e Macintosh)
Aqueous (para Macintosh)
Audion (para Macintosh)
XMMS (para Linux)
Audacious (para Linux)
O Winamp, que possui versões gratuitas e pode ser baixado em www.winamp.com é um dos mais utilizados. Ele é compatível com vários formatos e tem diversos recursos, como a possibilidade de colocar peles os skins. O winamp é leve e fácil de usar. O Windows Media Player é o mais comum, pois é disponibilizado pela Microsoft no pacote do Windows, o que gerou diversas batalhas judiciais com outras empresas que se sentiram prejudicadas por essa atitude da Microsoft.
Os usuários do sistema operacional Linux têm a disposição uma série de programas de MP3. Com o XMMS descontinuado, um dos mais comuns é o Audacious, cujo site é http://audacious-media-player.org/Main_Page.

Gravação de MP3

A conversão de arquivos de CD para MP3 mais simples é o que utiliza um programa ripper. Um dos mais utilizados é o FreeRIP (www.mgshareware.com). Este programa converte as faixas do CD para arquivos MP3. Geralmente, a conversão se dá quando o programa passa os dados digitais no formato CD-DA (o formato do CD), armazenando-os num diretório temporário. Em seguida, esses dados são convertidos para o formato WAV e, depois, são comprimidos em MP3.
A qualidade sonora resultante depende do software usado, do hardware da máquina e da configuração escolhida. Pela taxa padrão de gravação de MP3 (128 Kbits por segundo), cada minuto de música corresponde à cerca de 1 MB em disco. Mas essa taxa pode ser alterada, conforme a disponibilidade de recursos dos softwares de gravação (ripper). Por exemplo, você pode aumentar essa taxa para 192 Kbits por segundo, o que aumenta a qualidade sonora, mas conseqüentemente, ocupa mais espaço.

Fonte: Curso Mídias na Educação/Módulo Rádio/Recursos de Rádio na WEB
Imagem: Google
Marcelo Carvalho

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

1/2 transparência

Seduc lança ferramenta de fiscalização da aplicação dos recursos da educação
 
 
 
A partir de agora, a Secretaria de Estado de Educação (Seduc) disponibiliza ao público uma nova forma de acompanhar e fiscalizar a aplicação dos recursos voltados para a educação. Trata-se do “Transparência Seduc”, uma ferramenta para a consulta de informações relativas aos investimentos financeiros, estaduais e federais, aplicados nas escolas estaduais da Região Metropolitana de Belém (RMB). A consulta pode ser feita no portal da Seduc na internet (www.seduc.pa.gov.br). 
 
Opinião
A ideia é muito boa, facilitará a fiscalização e o acompanhamento dos investimentos, também, possibilitará monitorar a relação entre os recursos recebidos e a melhoria dos indicadores de qualidade  do ensino ofertado pela escola, como exemplo, o IDEB, as notas dos alunos no ENEM etc.
 
O "X" da questão é que 1/2 transparência não resolve o problema. O governo poderia ser mais ousado e disponibilizar os valores recebidos e investidos pela própria SEDUC, como, por exemplo, o FUNDEB. Poderia indicar quanto da receita estadual é investido na educação, divulgar as licitações, prestações de contas, gastos reais com salários...
 
Falta pouco, se foi possível criar a ferramenta de transparência da  SEDUC/escola, deve ser fácil criar a transparência SEDUC/SEDUC.
Fico na torcida pela criação da transparência SEDUC e me comprometo a divulgar e elogiar (aqui no blog) assim que  esta for disponibilizada no site da SEDUC.

Marcelo Carvalho

 

A presidenta e a educação

O que disse a presidenta Dilma em seu primeiro pronunciamento ao povo brasileiro: falou de educação!

"Estou aqui para reafirmar meu compromisso com a melhoria da educação e convocar todos os brasileiros e brasileiras para lutarmos juntos por uma educação de qualidade".

"Nenhuma área pode unir melhor que a educação, nenhuma ferramenta é mais decisiva que ela para superarmos a pobreza e a miséria. Nenhum espaço pode realizar melhor o presente e projetar com mais esperança o futuro do que uma sala de aula bem equipada, onde professores possam ensinar bem, e alunos possam aprender cada vez melhor".

"É hora de investir ainda mais na formação e remuneração de professores, de ampliar o número de creches e pré-escolas em todo o país, de criar condições de estudo e permanência na escola para superar a evasão e a repetência e muito especialmente acabar com essa trágica ilusão de ver aluno passar de ano sem aprender quase nada".

"É hora de acelerar a inclusão digital, pois a juventude brasileira precisa incorporar, ainda mais rapidamente, os novos modos de pensar, informar e produzir, que se espalham por todo o planeta". 

"Vamos lançar ainda neste trimestre o programa Nacional de Acesso à Escola Técnica, o Pronatec, que, entre outras vantagens, levará ao ensino técnico a bem-sucedida experiência do ProUni [Programa Universidade para Todos]. Estamos também acelerando a implantação do Plano Nacional de Banda Larga, não só para que todas as escolas públicas tenham acesso à internet, como também para que, no médio e longo prazo, a população pobre possa ter internet em sua casa, no seu pequeno negócio, a preço compatível com sua renda". 

"Para concluir, reafirmo que a luta mais obstinada do meu governo será o combate à miséria. Isso significa fortalecer a economia, ampliar o emprego e aperfeiçoar as políticas sociais. Isso significa, em especial, melhorar a qualidade do ensino, pois ninguém sai da pobreza se não tiver acesso a uma educação gratuita, contínua e de qualidade. Nenhum país igualmente poderá se desenvolver sem educar bem os seus jovens e capacitá-los plenamente para emprego e para as novas necessidades criadas pela sociedade do conhecimento. País rico é país sem pobreza". 
 


Marcelo Carvalho

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

Mídias na Educação

Muitos alunos do Curso Mídias na Educação tem indagado sobre a continuidade do curso, selecionei alguns:

Nosso curso de mídias está parado desde  julho/2009 a quem devo pedir justificativa? Vai voltar?

juscicleia: Marcelo poderia nos ajudar a conhecer os resultados dos projetos do midias 3ª edição estamos sem nenhuma informação a respeito e nem a quem recorrer acaso sabes algo?

Claudia Moura: Gostaria de saber sobre o resultado da seleção de Projetos do Mídias. Onde está a listagem dos aprovados?

 andrea: Boa tarde Marcelo! Vc sabe onde podemos consultar a lista dos aprovados para o mídias avançado? Eu escrevi o projeto e hoje ficou de sair o resultado.

Carlen disse...Passei por aqui pq gostaria de saber se vc tem alguma informação sobre a nova oferta do Midias ciclo intermediario.

Eis a única resposta que encontrei:


                               GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ
                              SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO
                                     SECRETARIA ADJUNTA DE ENSINO
           DIRETORIA DE EDUCAÇÃO PARA DIVERSIDADE, INCLUSÃO E CIDADANIA
                     COORDENAÇÃO DE TECNOLOGIA APLICADA À EDUCAÇÃO
           PROGRAMA DE FORMAÇÃO CONTINUADA EM MÍDIAS NA EDUCAÇÃO

       A Secretaria de Estado de Educação – SEDUC, através da Coordenação de Tecnologia Aplicada a Educação – CTAE, vinculada à Diretoria de Educação  para Diversidade, Inclusão e Cidadania – DEDIC, da Secretaria Adjunta de Ensino – SAEN, torna público que por conta da necessidade de reformulação do projeto do Curso de Especialização em Mídias da Educação, proposto pelo Conselho Superior de Ensino e Pesquisa da Universidade Federal do Pará – UFPA, fica adiada a publicação do resultado da seleção para tal especialização e, consequentemente, o seu início.

Marcelo Carvalho

terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

Graças ao Jorge Andrade

Esta postagem surgiu por acaso, quis fazer uma visita ao blog do professor Jorge Andrade, multiplicador do NTE Belém Prof. Washington Lopes. Jorge é um amigo atencioso, sempre visita meu blog e deixa seus comentários. Pois bem, fui retribuir visitando e comentando o blog dele (Leia Aqui).
Ao iniciar a leitura, encontrei um texto sobre as melhores maneiras de apagar fotos constrangedoras ou dados pessoais na rede e no Google. A primeira dica era:
1. Faça uma busca com seu nome no Google;
Pois bem, escrevi meu nome no google e deixei o buscador fazer o trabalho dele e para minha surpresa vieram vários sites com referências ao meu nome. Felizmente nenhum digno de ser excluído da web. Pelo contrário encontrei uma entrevista que foi feita em junho do ano passado e da qual nem me lembrava mais. Imaginava que a entrevistadora tinha desistido de publicar a matéria.
Graças a dica do blog do Jorge encontrei o texto e claro que decidi colocar aqui no blog, não como forma de exibição ou de autopropaganda, mas como uma maneira de registrar que um dia a SEDUC permitiu às escolas, professores e alunos terem blogs sem nenhuma forma de controle ou censura. Não só incentivamos a criação dos blogs como premiamos os melhores!
Mesmo nos momentos mais tensos, como nas greves, nunca proibimos qualquer postagem nos blogs das escolas. Nunca houve se quer monitoramento dos conteúdos publicados.
O próprio blog da CTAE era um indicativo de liberdade, pois de forma explicita ou implícita, em forma de crônica ou paródia expressava as divergências ou fragilidades da SEDUC ou melhor de Oceania.
Lembro de uma postagem na qual o ex-coordenador da CTAE, professor Cavalcante, publicou lado a lado as opiniões do SINTEP e da SEDUC sobre a greve dos professores (Leia aqui). E o que falar do "Cantinho do Coordenador", espaço criado para publicações de queixas, críticas e problemas vivenciados pelos professores das salas de informática ou NTEs.
Mesmo as críticas mais severas eram publicadas e respondidas e na maioria das vezes os problemas eram resolvidos, fazendo com que os autores das queixas voltassem ao cantinho com um comentário menos acido.
Não sou saudosista, mas graças ao google e ao Jorge, hoje encontrei uma entrevista que falava de como a internet ajudou nossas escolas a serem um pouco mais criativa!
Leia a entrevista:
Escolas e comunidade se encontram na web
Com o acesso à internet – em julho, o serviço estava disponível em 510 das 1.216 escolas estaduais do Pará e até dezembro vai chegar a 713 escolas –, professores e alunos descobriram novas ferramentas para compartilhar o conhecimento, não só em sala de aula, mas também com a comunidade do bairro. “Aqui, a internet é uma ferramenta que rompe barreiras espaço/tempo e já se tornou uma política pública”, assegura Ocimar Marcelo Souza de Carvalho, da Coordenadoria Tecnológica de Aplicação a Educação (CTAE). Simultaneamente à expansão da conexão em banda larga, vão sendo ampliadas as iniciativas como a Rádio Web: Rádio Aluno Repórter, Rádio Tagarela, Conexão Escolar são algumas das versões que espalham notícias da escola e da comunidade, além de música, conectando culturas e línguas e permitindo a comunicação em escala global.
Outra iniciativa são os blogs na área da educação. Criados de forma colaborativa, os blogs se transformaram num laboratório de escrita virtual, onde alunos e professores interagem e trocam experiências. Hoje, são ferramentas para o ensino e a aprendizagem, um espaço para enquetes, socialização e troca de experiências. Segundo Carvalho, os blogs são usados pelos professores de diversas modalidades de ensino e de todas as áreas do conhecimento como uma ferramenta de coautoria de atividades e assuntos que podem ser abordados com os alunos, ao mesmo tempo em que vão criando o domínio da ferramenta.
O uso de blogs nas escolas foi estimulado pela criação do Concurso de Blogs Educativos – Educablog Paraense, que já está em sua segunda edição. No ano passado, mais de 200 escolas se inscreveram, 12 foram finalistas e a Escola Dona Helena Guilhon, de Belém, levou o troféu. O blog, uma iniciativa do professor Erick Siqueira, envolveu todos na escola e, hoje, mais do que uma competição, a política de blogs nas escolas permitiu que os alunos deixassem de ser apenas receptores para serem produtores de informação. Para este ano, uma inovação: foi criada a categoria Blog do Aluno.
Carvalho destaca que o concurso teve a adesão dos Núcleos Tecnologias Educacionais (NTEs) do estado, que deram suporte pedagógico e técnico para que os professores e escolas começassem a fazer uso da tecnologia: “O resultado foi a criação de vários e diversificados ambientes virtuais de aprendizagem que estimulam processos cooperativos de construção de conhecimentos”, pondera o coordenador.

Marcelo Carvalho

Ps. O concurso de blog foi instituído pela CTAE, em 2009, quando o Coordenador era o professor Luis Cavalcante. O concurso foi inspirado na experiência desenvolvida pelo NTE  Belém Prof. Washington Lopes, que em 2008, relizou o 1º concurso de blog das escolas públicas de Belém.
Ps2. Coordenei a CTAE por um curto período, apenas 3 meses. 
Ps3. Alguém sabe dizer se teremos Educablog em 2011, espero concorrer na categoria blog do professor.

domingo, 6 de fevereiro de 2011

Utilidade Pública

Os leitores deste blog sabem que fiz campanha, votei e ajudei a eleger nossa primeira presidenta do Brasil. Querem saber porque não me arrependo? Leia o texto abaixo:

Dilma anuncia remédios para diabetes e hipertensão de graça

Ao completar seu primeiro mês de governo, a presidente Dilma Rousseff anunciou nesta quinta-feira a gratuidade para medicamentos contra a diabetes e a hipertensão em uma rede de 15 mil drogarias conveniadas à rede Farmácia Popular em todo o país.
A medida foi uma das primeiras promessas de campanha de Dilma. Hoje, o programa "Aqui Tem Farmácia Popular" já garante desconto de 90% em medicamentos contra uma série de doenças, inclusive diabetes e hipertensão.
As drogarias conveniadas terão até o próximo dia 14 para começar a garantir a gratuidade. Para ter acesso aos medicamentos, bastará a apresentação de documento de identidade com foto, CPF e a receita médica.
Ao todo, serão disponibilizados pelas farmácias medicamentos que contenham algum dos 17 itens listados pelo Ministério da Saúde (veja lista). O nome comercial dos medicamentos disponíveis será divulgado por cada farmácia.
A novidade do programa anunciado hoje, batizado de "Saúde Não Tem Preço", é a oferta de medicamentos gratuitos por farmácias privadas, conveniadas ao programa "Aqui Tem Farmácia Popular", criado em 2006, que ampliou a oferta para não usuários do SUS.
A oferta de medicamentos contra diabetes e hipertensão já acontece em unidades públicas de saúde, contudo, já é garantida na rede pública de saúde desde a criação do Sistema Único de Saúde, de acordo com o Ministério da Saúde.
Segundo o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, a gratuidade para os medicamentos contra diabetes e hipertensão não irá gerar custos extras para o ministério. De acordo com Padilha, foi feito um acordo com as empresas, que, segundo ele, aceitaram reduzir margens de lucro para garantir a oferta gratuita.
De acordo com o governo, existem hoje 33 milhões de brasileiros hipertensos.
Medicamentos que serão oferecidos de graça no "Aqui Tem Farmácia Popular"
Hipertensão
Captopril 25 mg, comprimido
Maleato de enalapril 10 mg, comprimido
Cloridrato de propranolol 40 mg, comprimido
Atenolol 25 mg, comprimido
Hidroclorotiazida 25 mg, comprimido
Losartana Potássica 50 mg
Diabetes
Glibenclamida 5 mg, comprimido
Cloridrato de metformina 500 mg, comprimido
Cloridrato de metformina 850 mg, comprimido
Insulina Humana NPH 100 UI/ml - suspensão injetável, frasco-ampola 10 ml
Insulina Humana NPH 100 UI/ml - suspensão injetável, frasco-ampola 5 ml
Insulina Humana NPH 100 UI/ml - suspensão injetável, refil 3ml (carpule)
Insulina Humana NPH 100 UI/ml - suspensão injetável, refil 1,5ml (carpule)
Insulina Humana Regular 100 UI/ml, solução injetável, frasco-ampola 10 ml
Insulina Humana Regular 100 UI/ml, solução injetável, frasco-ampola 5 ml
Insulina Humana Regular 100UI/ml, solução injetável, refil 3ml (carpules)
Insulina Humana Regular 100UI/ml, solução injetável, refil 1,5ml (carpules)
Fonte: Ministério da Saúde

Fonte: Folha.com

Marcelo Carvalho

sábado, 5 de fevereiro de 2011

Orquestra de violoncelos da Amazônia ou encantamento

Encantamento, foi a palavra que escolhi para definir mais uma postagem sobre os jovens e talentosos músicos que intagram a Orquestra de Violocelos da Amazônia.

No vídeo eles executam a música Kashmir, da banda Led Zeppelim, um clássico da história do rock. O som provoca nossa sensibilidade, ao ouvir a única vontade que sinto é aumentar o volume, fechar os olhos e aproveitar a sensação de flutuar no ar.



Marcelo Carvalho

sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

Os NTEs existem?




DIÁRIO OFICIAL Nº. 31691 de 21/06/2010

SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO
SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO - GABINETE SECRETARIO

PORTARIA N° 47/10-GS

Número de Publicação: 120255
Portaria nº 047 /2010-GS
                O Secretario de Estado de Educação, no uso de suas atribuições legais e:
                Considerando o que preconiza a Lei nº 9.364 de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB);
                Considerando o decreto presidencial nº 6.300, de 12 de dezembro de 2007, que dispõe sobre o Programa Nacional de Tecnologia Educacional – ProInfo;
                Considerando os princípios aprovados no Plano Estadual da Educação;
                Considerando a necessidade de disciplinar e institucionalizar os Núcleos de Tecnologias Educacionais – NTE do Estado do Pará.
                RESOLVE
                Art. 1º – Institucionalizar  os Núcleos de Tecnologias Educacionais – NTE, indicados no Anexo único, como unidades escolares estaduais de formação de gestores, técnicos em educação, professores e alunos, com funcionamento nos três turnos, sendo-lhes asseguradas as condições pedagógicas, administrativas e financeiras para o ensino das tecnologias educacionais e para o acompanhamento e avaliação dos projetos pedagógicos voltados para a utilização das tecnologias nas escolas da rede pública estadual;
                Art. 2º -  O NTE será dirigido por 01 (um) coordenador eleito democraticamente pelos seus pares e referendado pela Coordenação de Tecnologia Aplicada à Educação-CTAE
                Art. 3º – Os Professor (s) lotado (a)s no NTE deverão cumprir jornada semanal de 40 (quarenta) horas, fazendo jus a todos  os direitos e vantagens da carreira do magistério por efetiva regência de classe.
                Art. 4º – Os NTE ficarão subordinados, nos aspectos organizacional e pedagógicos as diretrizes da  CETAE/DEDIC/SAEN.
                Art. 5º - Em cada NTE será lotado, no mínimo, 06 professores multiplicadores capacitados para atuar no Núcleo Tecnologia Educacional, com a função de disseminar a Informática Aplicada à Educação na sua região de atuação, assessorando e capacitando os professores  das escolas da mesma área, atendendo o seguinte perfil: ser professor; ser profissional de nível superior; ter cursos de especialização em Tecnologia e Educação, Mídia na Educação ou Informática Educativa; ter experiência  docente; ter cargo efetivo; ocupar uma jornada de 200 horas; ter disponibilidade de viajar; ter experiência em Informática Aplicada à Educação; ter facilidade de comunicação; ter bom relacionamento interpessoal;
                Art. 6º- Os critérios de seleção de professores multiplicadores e a avaliação de desempenho dos mesmos em cada NTE serão de  competência da CTAE/DEDIC/SAEN obedecendo o perfil de formação explicitado no Art. 5°.
                Art. 7° - Fica SAGE (CODES e CRH) responsável pela análise funcional e lotação de servidores selecionados pela Coordenação de Tecnologia Aplicada à Educação -CTAE para atuação nos Núcleos de Tecnologia Educacional.
                Art. 8º – Esta portaria entrará em vigor na data de sua publicação, revogando as disposições em contrário.
                               DÊ-SE CIÊNCIA, REGISTRE-SE, PUBLIQUE-SE E CUMPRA-SE.
                                                              Belém, 7 de junho de 2010
Luis Carlos Barbosa Cavalcante
Secretário de Estado de Educação






DIÁRIO OFICIAL Nº. 31693 de 23/06/2010

SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO
SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO - GABINETE SECRETARIO

ANEXO ÚNICO DA PORTARIA N° 47/2010 PUBLICADA NO D.O N° 31691 DE 21/06/10.

Número de Publicação: 121300

NTE
Coordenador
ENDEREÇO E FONE
NTE Abaetetuba
Jo Elder Vasconcelos
Rua Betel, s/n, Jardim Marluce, 68460-000. nteabaetetuba@seduc.pa.gov.br
NTE Ananindeua
Antonio Cunha
Cidade Nova 6, SN 21, s/n, Coqueiro.  nteananinduea@seduc.pa.gov.br
NTE Altamira
Domingos de Morais
Av. Tancredo Neves, 2954, Premem, 68372-00. (91) 3515-3423. ntealtamira@seduc.pa.gov.br
NTE Belém Washington Luiz
 Joseane Figueiredo
Av. Almirante Barroso, 3107, Souza. (91) 3276-2223. ntebelem@seduc.pa.gov.br
NTE Belém Mário Thomaz
Crisitane Burlamaqui
Av. Padre Eutíquio, 1700, Cremação.  ntebelem2@seduc.pa.gov.br
NTE Benevides
Léa Favacho
Av. Fanjas s/n, Centro, 68795-00. (91) 3724-2455. ntebenevides@seduc.pa.gov.br
NTE Bragança
Valdson Castro
rua Oliveira Pantoja, s/n, Trevo, 68600-000. (91) 3425-1409. ntebraganca@seduc.pa.gov.br
NTE Castanhal
Elaine Cristina Pimentel
Rua Frei Maria José, s/n, Algodoal, 68440-000. (91) 3721-1689. ntecastanhal@seduc.pa.gov.br
NTE Marabá
Maria Luciléa Rodrigues
Folha 13, quadra especial, lote especial, Nova Marabá, 68500-210. (94) 3322-1029. ntemaraba@seduc.pa.gov.br
NTE Redenção
Orlandina Alcântara
Av. Carlos Ribeiro, 869, Centro, 68553-300. (94) 34244047. nteredencao@seduc.pa.gov.br
NTE Santarém
Iara Marinho
Tv. Curua, s/n, 68020-650. (93) 3515-3423. nteantarem@seduc.pa.gov.br
NTE Tucuruí
Cláudio Fernandes
Rua Betel, s/n, Jardim Marluce, 68460-000. ntetucurui@seduc.pa.gov.br


A portaria acima, é o documento que legitima a existência dos 12 NTEs do Estado do Pará. Além da portaria existem outros instrumentos que asseguram a legalidade dos NTEs, como por exemplo, o regimento da CTAE, o Plano Estadual de Educação e o reconhecimento do Ministério da Educação que confere a cada núcleo o número do INEP.
O INEP é importante em razão de que é por meio deste número que os NTEs são habilitados para receber os computadores do PROINFO e também garante aos multiplicadores  o direito de participar dos encontros de formação. 
A parceria entre os NTEs e o MEC também é responsável  pelo fornecimento de  material para os cursos (apostilas) e pela possibilidade de contratar bolsistas para ministrar cursos.
Os NTEs recebem ainda uma pequena verba da SEDUC, o repasse é feito em nome de cada NTE, em conta específica e é gerenciado pelo coordenador do NTE. Com este recurso é possível fazer pequenos reparos e adquirir material de expediente e limpeza (infelizmente o valor é muito pequeno).
E por que estou escrevendo sobre isto?
É porque me chateia uma velha conversa de que os NTEs não existem legalmente, de que eles não fazem parte do organograma da SEDUC...
Portanto, os argumentos expostos acima contribuem para esclarecer sobre os aspectos legais e formais da existência dos NTEs paraenses.

Marcelo Carvalho