sábado, 8 de janeiro de 2011

Boto Mirim


Sabe aquele computador antigo, com pouca memória e fadado a virar lixo tecnológico, pois bem, ele poderá voltar a ativa e novamente ser utilizado com um desempenho compatível aos modernos computadores.

A equipe de três (Augusto, Murilo e Valdenei)*, desenvolveram uma solução batizada de BotoMirim, com esta versão do Sistema Operacional Linux**, máquinas consideradas obsoletas podem ser reaproveitadas e aumentarem sua vida útil.

Algumas vantagens do BotoMirim:

-Inverter a lógica consumista do mercado capitalista que sempre tenta convencer as pessoas de que devem comprar um novo equipamento e descartar os antigos;

-Meio ambiente. Ao aumentar a vida útil de um computador você evita o descarte de material poluente, tal material deixará de ir para o lixão ou para a sucata (ferro velho);

-Economia. Ao reaproveitar computadores você deixa de comprar novos. No caso da SEDUC, isto significa instalar computadores em secretarias de escolas, sala de professores e sala de informática educativa, sem que isto implique em novas compras.

Leia mais sobre o BotoMirim: http://botomirim.wordpress.com/

Assista o vídeo "A História das Coisas" e entenda um pouco mais sobre consumo e meio ambiente:

Parte 1

Parte 2


Parte 3



Marcelo Carvalho

*Os três trabalham na DITEC/SEDUC.
**A SEDUC utiliza, nas Salas de Informática Educativa, uma distribuição Linux, denominada Boto Set Cabano.

4 comentários:

botomirim disse...

Obrigado Marcelo, pela divulgação do projeto Mirim.

abs,

Dinei

Marcelo Carvalho disse...

Valeu Dinei, mande notícias, sobre o projeto que continuarei divulgando.

Um abraço,

Marcelo Carvalho

ana disse...

Meu Deus!

Como isso está tão claro agora pra mim.
Tinha uma ideia disso, mas este video me despertou pra tantas outras coisas.
Obrigada.

darcifranca disse...

Marcelo. que leagl essa noticia, tenho um dinossauro em casa , sera que o boto mirim so serve para iniciantes... onde posso ter maiores informações .. se quiser pode enviar a ajuda para o meu e-mail darcifranca@live.com ou aqui mesmo
Abraços