sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Cristovam e Simon apresentam projeto que concede a professores mesmo reajuste salarial de parlamentares

Os senadores Cristovam Buarque (PDT-DF) e Pedro Simon (PMDB-RS) apresentaram nesta quinta-feira (16), projeto de lei que estende o mesmo percentual dereajuste salarial concedido aos parlamentares do Congresso Nacional aos professores da educação básica das escolas públicas brasileiras.
Com o aumento de 61,78% dos parlamentares, aprovado ontem nas duas Casas do Congresso, o piso salarial dos professores passaria de R$ 1.024,00 para R$ 1.656,62. Para Cristovam, a desigualdade salarial entre os parlamentares - que pelo projeto aprovado nesta quarta-feira (15), passarão a receber R$ 26,7 mil - e os professores é substancial, talvez a maior em todo o mundo, com conseqüências desastrosas para o futuro do Brasil.
Na opinião do senador, a aprovação do reajuste de 61,78% para os professores da educação básica permitirá que o Senado dê uma demonstração mínima de compromisso com a melhoria da qualidade da educação das crianças brasileiras, o que contribuirá, segundo ele, para melhorar a credibilidade da Casa frente a opinião publica. 

Laércio Franzon / Agência Senado
Opinião do blogueiro: A medida é justa, mas não diminui minha indignação com o aumento abusivo aprovado, em causa própria, por deputados e senadores.
Uma singela homengagem dos Titãs:

Caso prefiram, tem esta dos Paralamas do Sucesso:





Marcelo Carvalho

2 comentários:

ericsiqueira disse...

Olá Marcelo.
Realmente esse aumento absurdo para os parlamentares é uma vergonha. Que país é este.

Marcelo Carvalho disse...

Fale Éric,

Minha postagem ficou um pouco pornográfica por conta da música dos Titãs, devo pedir descupas aos leitores, mas a culpa não é minha e sim dos(as) senhores(as) deputaodos(as) e senadores(as) que provocam sentimentos poucos nobres.

Um abraço,

Marcelo Carvalho